GT ACERVOS, MEMÓRIA E PATRIMÔNIO - ANPUH/RS

© 2019 GT Acervos - ANPUH/RS

VII DOS OFÍCIOS DE CLIO

PATRIMÔNIO E MEMÓRIA EM RISCO -

DESAFIOS DO SÉCULO XXI 

21 E 22 DE OUTUBRO DE 2019
UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS
UNISINOS

APRESENTAÇÃO

Em sua sétima edição, o evento Dos Ofícios de Clio se propõe debater, em vista de muitos acontecimentos nacionais e internacionais, os riscos que sofrem nosso patrimônio e, por conseguinte, nossa memória. Com o tema Patrimônio e memória em risco: os desafios do século XXI, o evento quer congregar discussões e promover o debate acerca da situação dos bens culturais, sejam eles materiais ou imateriais, bem como suas dinâmicas e relações. Em um momento onde a história e a memória parecem temas tão caros, o GT Acervos: História, Memória e Patrimônio e o Programa de Pós-Graduação em História da Universidade do Vale do Rio dos Sinos querem, justamente, discutir os riscos que correm o patrimônio e a memória quando se vivenciam tempos de apagamentos e esquecimentos.

CONTAMOS COM SUA PARTICIPAÇÃO!
INSTITUIÇÕES PROMOTORAS
GT Acervos Memória e Patrimônio-ANPUH/RS
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA - Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)
 
APOIO
MUSEU DE HISTÓRIA DA MEDICINA (MUHM)
MEMÓRIA E CULTURA UNIMED FEDERAÇÃO/ RS
ARQUIVO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL
MEMORIAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO RS
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE HISTÓRIA - SEÇÃO RS (ANPUH/RS) 
GT História e Saúde - ANPUH/RS
GT História da Educação - ANPUH/RS
GT Estudos Étnicos e Migrações - ANPUH/RS
INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DO RIO GRANDE DO SUL
LABORATÓRIO DE HISTÓRICA COMPARADA DO CONE SUL (LABCONESUL)
 
 

 

LOCALIZAÇÃO

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS

Programa de Pós-Graduação em História

Credenciamento

Prédio B10 sala 100 (8h30min às 17h) ou Auditório Central (a partir das 17h30min)

Palestras

Setor B Auditório Central (imagem)

Oficina

Prédio B10 sala 100 

Demais atividades

Prédios B06 e B10 salas 100 a 103 (mapa)

Av. Unisinos, 950 - Cristo Rei, São Leopoldo - RS, 93020-190, Brasil

 
 

PROGRAMAÇÃO

 

 

A partir 14h – Credenciamento

14h-18h - Comunicações

18h-19h - Coffee break

19h40min - 21h40min

Mesa redonda - Espaços de Memória e Patrimônio Cultural em São Leopoldo/RS

Profa. Dra. Eloisa Capovilla (Unisinos/IHSL)

Profa. Dra. Roswithia Weber (Feevale/IHSL)

Mediadora - Profa. Dra. Isabel Arendt (Unisinos/ISEI/IHSL) 

DIA 22.10.2019

9h30min - 12h

Oficina "Desvendando o Arquivo Público: relações de gênero e história"

Equipe Arquivo Público do Rio Grande do Sul 

VAGAS ESGOTADAS EM 18.09.2019 - Inscrições apenas para fila de espera

14h-18h - Comunicações

 

18h-19h - Coffee break

19h40min - 21h40min 

 

Mesa redonda

Resgatando memórias: as experiências dos historiadores na preservação de processos judiciais

Profa. Dra. Marluza Harres (Unisinos)

Prof. Dr. Marcelo Vianna (IFRS/Unisinos)

Prof. Dr. Cristiano Enrique de Brum (PUCRS)

Profa. Dra. Luciana da Costa de Oliveira (IFRS/Unisinos)

*** Informamos que, por motivos de saúde, a palestra "Depois do incêndio: o Museu Nacional e a Política de Museus no Brasil"   a ser proferida pelo Prof. Dr. Paulo Knauss de Mendonça (Museu Histórico Nacional/Rio de Janeiro) foi cancelada, sendo substituída pela mesa acima. 

Comunicações

Trabalhos aprovados

ST 1: ACERVOS E FONTES VISUAIS

Coordenação: Dra. Luciana da Costa de Oliveira

 

Alexandra Lis Alvin (PUCRS)

Como pensar a modernização de um espaço? Reflexões a partir dos registros fotográficos de Porto Alegre na década de 1970

Lucas Quadros Petry e André Lucas Porto Guimarães (UFRGS)

Construções da memória de Porto Alegre

Amanda Mensch Eltz (UFRGS / CHC Santa Casa)

Entre pinceladas e a memória: o percurso museal da coleção de retratos da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre

Ketlin Quinhones Wons (Unisinos)

A memória da cidade: o processo de constituição e patrimonialização do Arquivo Histórico Dr. Sezefredo Azambuja Vieira, Canoas/RS

Carolina Martins Etcheverry

Fotojornalistas no Rio Grande do Sul dos anos 1970: Jacqueline Joner e Eneida Serrano

Bárbara Tikami de Lima (Unisinos)

A trajetória da tela Chegada da Fragata Constituição ao Rio de Janeiro feito por Eduardo de Martino

Charles Roberto Ross Lopes (PUCRS)

Vestuário como objeto de memóra: o estudo dos trajes nobres femininos na obra debretiana

Luciana da Costa de Oliveira (IFRS / Unisinos)

Acervos de arte como quebra-cabecas da memória: o caso da pintura Proclamação da República de Piratini, de Antônio Parreiras

Bárbara Juliana Lauxen (Unisinos)

Fabrício Cardoso da Silva (Unisinos)

“Consagração ao glorioso futebolista desaparecido”: a máscara mortuária de Eurico Lara como suporte de memória

Juliana Porto Machado (UFPel)

De tentos a tranças: o saber fazer guasqueria, a memória dos guasqueiros

ST 2: ACERVOS DIGITAIS E IMPRENSA

Coordenação: Dr. Marcelo Vianna

Eduardo Barreto de Araújo (UFSM)

A Revista do Globo como espaço de modernidade

Zíngaro Homem de Medeiros (UFRGS)

Oficina de Gestão de Acervos e Repositórios Digitais: proposições de um projeto

 

Wellington Augusto Blume (Unisinos)

Os acervos digitais de Brasil e Chile: um olhar sore o uso das fontes digitais e os desafios relativos aos links “fora do ar”

Gabriel da Silva Ferreira (Unisinos)

Possibilidades e riscos dos acervos digitais: reflexões sobre a busca  aos discursos de Lula no repositório on line da Biblioteca Presidencial

Marcelo Vianna (IFRS / Unisinos)

Jaciara Francisco (Unisinos)

Ser digital para fazer uma história da Informática? Considerações sobre a exploração de acervos jornalísticos

Jaciara Francisco (Unisinos)

Marcelo Vianna (IFRS/Unisinos)

Acervos digitais: acessibilidade a jornais brasileiros da década de 1980 – caso Informática na Educação

Jênifer de Brum Palmeiras (UPF)

Dijovan Vinícius Carvalho (UPF)

Mobile City – Passo Fundo na palma da mão

ST 3: ACERVOS DA IMIGRAÇÃO

Coordenação: Dr. Eduardo Relly

 

 Norton Neves (Unisinos)

Relações e conflitos entre imigrantes italianos, seus descendentes e negros de Caxias do Sul e São Francisco de Paula de Cima da Serra: estratégias de sobrevivência, teorias e invisibilidades raciais (1878-1914)

 

Karina Botolanza (Unisinos)

 “Me gá contato cozi”: crenças e práticas de cura entre os descendentes de imigrantes italianos em Farroupilha – século XX

 

Cláudia Fernanda Pavan (UFRGS)

 Desafios para a obtenção e pesquisa de documentos antigos, a exemplo da correspondência pessoal entre imigrantes alemães no século XIX

 

Eduardo Relly (Unisinos)

Memórias do Urwald: florestas entre Brasil e Alemanha

 

Josemir José Gregory (Unilasalle)

Danielle Heberle Viegas (Unilasalle)

Revisitando o DEUTSCHTUM: imigração e negociação sociocultural por meio dos espaços de memória do Vale do Taquari/RS

 

Ana Lena Grosse e Dimy José Moreira Dornelles (Unisinos)

Protección de Intereses Alemanes: a documentação referente à atuação do Consulado Espanhol durante o Estado Novo (1942-1945)

 

Andrea Helena Petry Rahmeier (FACCAT) e

Vitória Caroline Hoffmann da Silva (FACCAT)

1942 a 1945, diplomacia espanhola responsável pelos cidadãos alemães no Brasil

ST 4: ESPAÇOS DE MEMÓRIA E PATRIMÔNIO II

Coordenação: Me. Angela Beatriz Pomatti

 

 Pedro Ignácio Schmitz e Jairo Henrique Rogge (Unisinos)

 As estâncias de Uruguaiana: memória e patrimônio em risco

 

Fernanda Wagner de Castro Lima e Nicholas Braz Aguirre (UFRGS/MUHM)

 A conservação preventiva no Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul: o caso do acervo sacro da capela do Hospital Beneficência Portuguesa de Porto Alegre

 

Angela Beatriz Pomatti e Gláucia Giovana Lixinski de Lima Külzer (MUHM)

 A documentação museológica do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul como ferramenta de conservação e preservação de acervos.

 

Cinara Isolde Koch Lewinski (Museu do Trem)

 Como a comunidade se apropria do patrimônio ferroviário no município de São Leopoldo

 

Camila Silva (Unisinos)

 História e memória na trajetória de constituição e patrimonialização da Coleção Varela

 

Élen Waschburger (FACCAT)

 A produção de inventários Arquitetônico, Históricos e Culturais do Vale do Paranhana através do curso de História – FACCAT

 

Gisele Martins de Marteganha (MUHM)

 Ação Educativa “MUHM vai à Escola” do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM)

 

Gláucia Giovana Lixinski de Lima Külzer e Angela Beatriz Pomatti (MUHM)

 Um olhar sobre o objeto - um exercício para educação patrimonial no Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul

 

Maria José dos Santos (UFRGS) e Cinara da Silva Vargas (PUCRS)

 O processo de descolonização sobre a história do negro no Museu Júlio de Castilhos, através da retirada da Cadeira de Arruar do espaço expositivo

ST 4: ESPAÇOS DE MEMÓRIA E PATRIMÔNIO I

Coordenação: Dr. Cristiano de Brum

 

Priscila Carla Batistel Pulga (UFRGS)

 MHR: espelho da cidade ou questionador dela?

 

Julia Maciel Jaeger e Zita Rosane Possamai (UFRGS)

 O Museu Hugo Simões Lagranha, de Canoas/RS, e a consagração de uma memória

 

João Paulo Passos Carvalhal e Fernando Oliveira Giovanaz (UFRGS)

 Museu do Trem de São Leopoldo: o apagamento da memória ferroviária gaúcha

 

Ana Ines Arce (Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho)

 O Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho: formação e preservação de um patrimônio documental

 

Amanda Basílio Santos (UFRGS/UFPel)

 Cemitérios: lugares de memória ou de memória em risco?

 

Renan Pezzi (UPF)

 Ferrovia do Trigo: Patrimônio e Turismo

 

Cíntia Vieira Souto (MP/RS)

Páginas roubadas: o furto de documentos históricos no Brasil

Jeaniny Silva dos Santos (PUCRS)

Gestão, memória e patrimônio: o IPHAN como agente de preservação em São Miguel das Missões

ST 5: EDUCAÇÃO PATRIMONIAL E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO I

Coordenação: Dra. Luiza Horn Iotti

 

Luiza Horn Iotti e Anthony Beux Tessari (UCS)

 Espaços de memória, educação patrimonial e ensino de história: a experiência do estágio em espaços não escolares na Universidade de Caxias do Sul

 

Geovana Erlo (UCS / Institutot Hércules Galló)

 Educação Patrimonial: estratégia para a preservação da memória e do patrimônio industrial de Galópolis

 

Bibiana Schiavini Gonçalves Toniazzo (FGV/UFSM) e Marta Rosa Borin (UFSM)

 Educação patrimonial: a criação de um material de apoio pedagógico para educadores do ensino fundamental do município de São Miguel das Missões – RS – Brasil

 

Antoniela A’Costa Rodrigues (UFSM)

 Educação para o patrimônio e o ensino de História na rede municipal de Cachoeira do Sul

 

Marta Rosa Borin (UFSM)

 Educação, história e patrimônio

 

Doris Rejane Fernandes (FACCAT)

 Patrimônio do Vale do Paranhana: estratégias de trabalho e ação comunitária

ST 5: EDUCAÇÃO PATRIMONIAL E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO II

Coordenação: Ddo. Eduardo Cristiano Hass da Silva

 

Eduardo Cristiano Hass da Silva e Martyelle Carvalho de Espíndula (Unisinos)

 Potencialidades de um arquivo histórico-educacional: produção e circulação de livros para o ensino da matemática no Brasil (1950-1960)

 

Sandra Cristina Donner e Jéssie Greisen de Abreu (FACCAT)

 Laboratório de História – FACCAT: como transformar acervo em material didático

 

Maria Helena Nascimento Romero (Colégio Estadual Manoel Ribas)

 O acervo do Memorial do Colégio Manoel Ribas e sua importância para a história do colégio e da educação regional

 

Lidiane Lima Schoenardie (FACCAT)

Doris Rejane Fernandes (FACCAT)

 O ensino de História, os jogos digitais e suas representações

 

Maurício Pereira (Unisinos)

 O Patronato Agrícola Visconde de São Leopoldo e o atendimento aos menores órfãos e desvalidos (1944-1960)

 

Dafne Regina de Oliveira Dias (Unisinos)

 Escrita marginal: a grafia e a memória no Internato Feminino Instituição Evangélica de Novo Hamburgo em suportes dos anos 50 e 90

 

Gabriela Passos Selau (Unisinos)

 Uma análise da proposta de educação cívica desenvolvidas pela Revista do Ensino do Rio Grande do Sul (1964-1965)

ST 6: MEMÓRIAS E ACERVOS PESSOAIS

Coordenação: Dda. Julia Leite Gregory

 

Rodrigo Luis dos Santos (Unisinos)

 Entre recortes e rascunhos: a trajetória da Sociedade dos Amigos de Alberto Torres através do acervo pessoal de Carlos de Souza Moraes

 

Jander Fernandes Martins e Vitória Duarte

(FEEVALE)

 De Passo Fundo para o mundo: a trajetória social de Teixeirinha a partir de fontes documentais

 

 Rosângela Cristina Ribeiro Ramos (UFRGS)

 Com a finalidade de preservar para as gerações vindouras: origem, formação e materialidades do Acervo Benno Mentz

 

Julia Leite Gregory (Unisinos)

 A colonização por princípio: a memória de Antonio Fialho de Vargas no município de Lajeado/RS

 

Yanca Vitória Antunes de Souza (UNEB)

 Encontrando o que não se esconde: a (não) visibilidade do Arquivo Maria Franca Pires perante os cursos de graduação do Departamento de Ciências Humanas – Campus III da Universidade do Estado da Bahia

 

Alice Marc (Unisinos)

 Francisco Rodolfo Simch: uma concepção de vila operária nas minas de carvão

 

Jaqueline Schmitt da Silva (UPF)

 A trajetória política de Zacarias de Góes e Vasconcelos no Senado do Império

ST 7: ACERVOS SACROS E PATRIMÔNIO MISSIONEIRO

Coordenação: Dr. Luiz Fernando Medeiros Rodrigues

Gabriel Azevedo de Oliveira, Denise Schnorr (Unisinos)

Memória e patrimônio religioso: a importância da preservação de materiais religiosos dos sécs. XIX e XX como história eclesiástica do sul do Brasil

 

Eduardo Leseux (Unisinos)

Gabriel Azevedo de Oliveira (Unisinos)

Verbum Domini: a preservação dos livros bíblicos como forma de recordação da fé popular e da formação do cristianismo no Rio Grande do Sul dos sécs. XIX e XX

 

Schaiane Pânela Bonissoni (Unisinos)

A Conquista Espiritual, de Antonio Ruiz de Montoya, sob a ótica da Escolástica Barroca

 

João Vitor dos Santos (Unisinos)

Do temporal ao espiritual: as relações com o rei de Portugal reveladas na narrativa de Francisco Xavier

 

Dalvan Reuse Rech (Unisinos)

Fidei orthodoxae rationem dare: os catecismos de Pedro Canísio no movimento conciliar tridentino

 

Tuane Ludwig Dihl (Unisinos)

Os processos de habilitaão matrimonial e as abolicionistas de Porto Alegre (séc. XX)

 

Luana Batista Amaral e Giovana de Oliveira Silva (Unisinos)

Serviço doméstico e devoção: experiências sociais de controle e agência dos criados na Vila de Cachoeira (segunda metade do XIX)

 

Luiz Fernando Medeiros Rodrigues (Unisinos)

Práticas doutrinais para a reforma dos costumes indígenas, criollos e espanhóis na Missão de São Luiz Gonzaga

 

Jefferson Aldemir Nunes (Unisinos)

Roque González de Santa Cruz: uma proposta de pesquisa

ST 8: ACERVOS E HISTÓRIA DA SAÚDE

Coordenação: Dra. Ana Paula Korndorfen

 

Eduarda Troian (Unisinos)

 Primera parte de Medicina y Cirugia Racional y Espagirica, de Juan de Vidos (1691): a defesa de um mais adequado tratamento dos enfermos

 

Manoela Paim de Oliveira (Unisinos)

 Uma análise da edição espanhola do Tratado de las enfermedades de las gentes del campo de Samuel A. A. D. Tissot, de 1776

 

Bernardo Ternus de Abreu (Unisinos)

 Ânuas, um manuscrito e um impresso: três fontes distintas em diálogo

 

Giulia Oliveira Haubert (Unisinos)

 A obra Compendio de la Historia geografica, natural y civil del Reyno de Chile, de Juan Ignácio Molina (1776)

 

Rogério Machado de carvalho (Unisinos)

 A difusão e a renovação de conhecimento médico-cirúrgico em Portugal no século XVIII: um estudo a partir da Biblioteca particular do Brigadeiro José da Silva Paes

 

Chrystian Arnhold (Unisinos)

 Os profissionais das artes de curar no Chile dos séculos XVI, XVII e XVIII: um primeiro exercício prosopográfico.

 

Alan Ricardo Schmidt Pereira (Ulbra)

 Das dores dessa gente: as principais doenças que atingiam os escravizados e Porto Alegre (1850-1856)

 

 Maiara Echer Rebelatto (Unisinos)

 A Fundação Rockefeller e a enfermagem de saúde pública no Brasil: as bolsistas da IHD/FR (1917-1951)

 

Lisiane Ribas Cruz (Unisinos)

 Prontuários Médicos do Hospital Psiquiátrico São Pedro – Possibilidades de pesquisa na historiografia da Infância e Juventude

ST 9: HISTÓRIA, MEMÓRIA E PATRIMÔNIO (FONTES)

Coordenação: Dra. Deise Schell

 

Israel da Silva Aquino (UFRGS)

Além do Centro-Sul: resgate e sistematização de fontes do período colonial

 

Elaine Smaniotto (FACCAT)

 Fundo Documental Ciranda Musical Teuto-Rio-Grandense: espaço dedicado à pesquisa e à preservação

 

Tatiane Pereira Canuto de Lima e Raquel Miranda Barbosa (UFG)

 Império de Nossa Senhora da A’badia: sentidos e significados de um patrimônio de devoção da Comunidade Kalunga

 

Ranieri Hirsch Rathke (Unisinos)

 Memória e patrimônio indígena no Nordeste do Rio Grande do Sul

 

Airan Milititski Aguiar (Prefeitura Municipal de Canoas)

 Elogio à liberdade e à resistência: comemorações do Levante do Gueto de Varsóvia em Porto Alegre

 

Frederico Duarte Bartz (UFRGS)

 Caminhos Operários: um projeto de resgate e divulgação da memória da classe trabalhadora em Porto Alegre

 

Micaela Colombo (Unisinos)

 Em busca da Cidade Encantada: roteiros de viagens austrais

Everton Luiz Simon (Unisc)

 Práticas alimentares do Rio Grande do Sul a partir de relatos de viajantes oitocentistas

ST 9: HISTÓRIA, MEMÓRIA E PATRIMÔNIO (FONTES) II

Coordenação: Dr. Everton Quevedo

 

 Octávio Becker Neto (Unisinos)

 A conformação do espaço urbano santa-mariense: redes de sociabilidade e estratégias de territorialização (segunda metade do século XIX)

 

 Débora Priscila Graeff (Unisinos)

 As lendas nacionais em Graça Aranha

 

Monica Figueiredo Dawud (UFRGS)

 A volta do cinema de calçada: uma análise do imaginário da Cinemateca Capitólio Petrobras

Márcia Della Flora Cortes e João Fernando Igansi Nunes (UFPel)

‘Etiquetas de livrarias: fontes para a memória

Kelvin Emmanuel Pereira da Silva (UFRGS)

 Processos indenizatórios: como analisa-los?

 

Bárbara Birk de Melo e Márcia Blanco de Cardoso (FEEVALE)

 O uso de diferentes fontes no estudo do Conselho Municipal de Direitos da Criança e Adolescente de Novo Hamburgo

 

Carolina Wendling Rodrigues (Unisinos)

 Crimes femininos e os usos da justiça republicana nas regiões de colonização europeia no Rio Grande do Sul (1890-1940)

INSCRIÇÕES

Haverá duas modalidades de inscrição:

Ouvintes: Gratuito! - inscrições até o dia do evento

Apresentação de comunicação: R$30,00 - inscrições (prorrogadas) até 29.09.2019

Isentos de pagamento como comunicadores, devendo informar no ato da inscrição

Servidores públicos de instituições públicas de memória do Rio Grande do Sul

Alunos de graduação

Professores estaduais e municipais 

Pagamento: através de transferência bancária ou depósito nas seguintes contas:

Marcelo Vianna – Coordenador GT Acervos ANPUH/RS

Banrisul Ag. 0201 – CC350034480-2

Luciana da Costa de Oliveira - Secretaria GT Acervos ANPUH/RS

Banco do Brasil Ag. 4612-4 - CC. 19798-X

Instruções de inscrição

OUVINTES

1. Baixar e preencher ficha de inscrição – disponível aqui;

2. A ficha de inscrição preenchida deve ser enviados para o email do evento gtacervos@gmail.com, preferencialmente com o Assunto [Inscrição]

Para a emissão dos certificados de ouvinte será necessário uma frequência de 75% no evento.

OFICINA

1. Na ficha de inscrição, marcar a opção "oficina";

2. Inscrições limitadas. Haverá 30 vagas: caso exceda, será priorizada a participação de graduandos (História, Museologia...), sendo que os demais ficarão em lista de espera. 

 

COMUNICAÇÕES

As inscrições para comunicadores de trabalhos acadêmicos estará aberta entre 11.06.2019 e 21.09.2019

O evento aceitará inscrições para comunicações de trabalhos que contemplem:

  • trabalhos acadêmicos que envolvam o uso de fontes primárias em suas pesquisas;

  • ações pedagógicas voltadas para Educação para o Patrimônio e/ou uso de acervos sob guarda das instituições de memória do RS;

  1. Baixar e preencher ficha de inscrição – disponível aqui;

  2. Resumos – devem ser informados:

    1. Nome(s) do(s) autor(es);

    2. Filiação institucional;

    3. Título do trabalho;

    4. Resumo entre 200 a 300 palavras;

    5. Palavras-chaves: três a cinco, a contemplar temática e área da História do trabalho.

  3.  A ficha de inscrição, após preenchida com o resumo, e o comprovante de depósito devem ser remetidos para o email do evento gtacervos@gmail.com , preferencialmente com o Assunto [Inscrição Comunicação]

  4. Aguardar confirmação da inscrição. Caso não ter recebido até 72h, favor contatar a comissão organizadora pelo mesmo email do evento com o Assunto [Confirmação Comunicador].

Atenção:

1. Serão aceitos trabalhos com no máximo dois autores, sendo um deles coautor;

2. Um proponente pode participar no máximo com dois trabalhos (um como autor, outro como coautor);

3. O resumo deve contemplar efetivamente a pesquisa realizada, seus objetivos, hipóteses, resultados – observe que será com base nas informações do resumo e das palavras-chaves que os trabalhos serão agrupados em sessões temáticas;

4. A avaliação dos trabalhos levará em conta a relevância da proposta para a proposta do Seminário, sendo a decisão dos avaliadores soberana.

Divulgação dos aceites: a partir de 01.10.2019.

Inscrições são limitadas. Não haverá prorrogação de prazo para inscrições.

Cartas de aceites: serão enviadas via email.

Não aceites: os comunicadores que não tiveram seus trabalhos aprovados estarão inscritos como ouvintes, não cabendo devolução do valor da inscrição.

As comunicações aceitas serão agrupadas por temáticas, conforme decisão da comissão de organização.

Apresentação: estima-se tempo entre 10 a 15 minutos para cada apresentação. Será disponibilizado aos apresentadores recursos básicos de apresentação (datashow, Power Point 2010).

 
 

 

PUBLICAÇÃO

 

Os trabalhos apresentados no VII Dos Ofícios de Clio serão publicados em e-book, com ISBN.

Instruções de envio:

Após aprovado e apresentado o trabalho, deverá ser remetido para o email do GT Acervos (gtacervos@gmail.com) até o dia 01.12.2019, conforme as seguintes normas:

1. Título em negrito, centralizado, letras caixa alta.

Extensão: máximo 170 caracteres com espaços, espaçamento simples entre linhas.

Fonte: Calibri, tamanho 12;

2. Abaixo do título, alinhado à direita, deve constar nesta ordem: nome do autor, titulação/instituição e email. Caso o texto tenha mais de um autor, é necessário constar as mesmas informações, seguindo a ordem estabelecida pelos autores. Fonte: Calibri, tamanho 10;

3. Tamanho: 10 a 18 páginas tamanho A4;

O limite de páginas inclui referências e imagens.

4. As imagens (JPEG, TIFF) devem estar inseridas no corpo do trabalho, centralizadas. Deve conter legenda e referência na parte inferior, em fonte Calibri, tamanho 10. É de responsabilidade do autor cuidar os direitos de imagens a serem utilizadas no texto;

 

5. As tabelas devem conter legenda e referência na parte inferior, em fonte Calibri, tamanho 10;

 

6. Formatação do texto: padrão ABNT (2,5 cm margens), fonte Calibri 12, espaço 1,5 entrelinhas;

 

7. Formato: deverá ser Microsoft Word, Open Office ou compatível. Salvar em formato DOC ou RTF (não enviar em PDF, por favor);

 

8. O arquivo deve ser nomeado com o nome do autor (exemplo: AUTOR DA SILVA.DOC);

 

9. Citações conforme ABNT. Até 3 linhas, entre aspas no corpo do texto. A partir de quatro linhas, em bloco, separado por dois espaços dos parágrafos superior e inferior, fonte Calibri, tamanho 10, com recuo de 4cm e entrelinhas simples (espaço 1);

 

10. Subtítulos: fonte Calibri, tamanho 12, negrito, primeira letra em caixa alta, alinhados na margem esquerda da página;

 

11. Referências sistema autor-data (AUTOR, data, p.). Será permitida a inclusão, se necessária, de nota explicativa ao pé de página, numerada em ordem crescente. Serão permitidas, no máximo, três notas explicativas por página.

 

12. As explicações no rodapé da página serão em fonte Calibri, tamanho 10, com alinhamento justificado e espaçamento simples entre linhas. As fontes utilizadas podem ser citadas em nota de rodapé e detalhadas após as referências bibliográficas;

 

13. As referências bibliográficas deverão ser citadas no final do artigo, segundo ordem alfabética e de acordo com as normas da ABNT;

 

14. Revisões: os editores analisarão se os artigos estão conforme as instruções. Eles poderão ser devolvidos para adequação, cabendo os autores respeitarem os prazos estabelecidos no pedido.

Edições anteriores: VI Dos Ofícios de Clio - 06 e 07.12.2017 

 

CONTATOS

 

Dúvidas ou sugestões, não deixe de mandar um email!

gtacervos@gmail.com

 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now